17 outubro 2017

13 Remédios Anti-Inflamatórios Naturais


A maioria das inflamações é causada principalmente pelos alimentos que ingerimos. Os alimentos industrializados, enlatados e os congelados tem maior chance de causar a inflamação.

A inflamação apresenta patógenos como as bactérias que podem invadir nosso corpo e nos deixar menos saudáveis.

No entanto, quando estas inflamações duram mais do que deveriam, podem se tornar um problema sério e causar uma doença grave.

Como, por exemplo, a obesidade muito comum nos dias de hoje, as pessoas não tem cuidado com sua alimentação e posteriormente só retornarão ao seu peso e saúde com dietas detox, a dieta dukan entre outras.

Saiba como você pode diminuir a inflamação com os 13 alimentos anti-inflamatórios que são indicados pela ciência.



1. Cúrcuma
Ela vem da índia, e é um tempero reconhecido pela sua cor amarela.
No entanto, nos últimos anos, essa espécie ganhou popularidade por suas propriedades anti-inflamatórias, propriedades que foram estudadas em múltiplas ocasiões.
A cúrcuma possui um composto ativo, conhecido como curcumina, que consegue diminuir a inflamação no nível molecular.

2. Azeite extra virgem
Um dos óleos mais saudáveis ​​que existem é o azeite extra virgem, assim como o óleo de coco.

Destacada pelo seu alto teor de vitamina E, e vitamina K, bem como gorduras monoinsaturadas saudáveis, sendo o mais abundante em ácido oleico.

3. Peixes ricos em ômega 3
Existe uma variedade de peixes que são muito ricos em ácidos ômega 3, gordura saudável e essencial que não pode ser sintetizada pelo corpo humano.

Os ácidos ômegas-3 tem sido objeto de extensa pesquisa por causa de suas múltiplas propriedades terapêuticas e demonstrou que seu consumo em suplementos ou dieta diminui significativamente a inflamação.

4. Cacau (chocolate preto)
Os efeitos anti-inflamatórios do cacau são mais do que comprovados.
No que se referem às doenças cardiovasculares, os poli fenóis encontrados no cacau demonstraram melhorar os marcadores de inflamação em pacientes com alto risco de doença cardíaca, diminuindo assim a probabilidade de aterosclerose.

Os flavonoides de chocolate, uma variação de poli fenol, tem a capacidade de aumentar a biodisponibilidade do óxido nítrico, conhecido por manter o endotélio saudável com vários mecanismos, sendo um deles uma diminuição dos fatores inflamatórios.

5. Abacates
Os abacates são um fruto de uma combinação única de dioses.

Tem gorduras saudáveis, entre os quais é realçado o ácido oleico o que foi mostrado que colabora na redução dos níveis de marcador inflamatório C - proteína reativa.

O consumo de abacate proporcionará quantidades significativas de vitamina K, fibra, ácido fólico, vitamina C, potássio, certas quantidades de vitamina B e minerais.

6. Gengibre
O gengibre tem sido usado como um remédio natural contra muitas doenças ao longo dos anos.

Seu uso tem uma longa história e uma das propriedades mais conhecidas é a capacidade de servir como agente anti-inflamatório, pois possui um composto bioativo chamado gingerol, responsável por efeitos positivos na inflamação.

7. Frutos vermelhos
Os frutos vermelhos são um grupo de frutas que tradicionalmente cresceu no combate da inflamação, entre elas podem ser encontrados as amoras, framboesas, mirtilos e morangos.

Este tipo de fruta se destaca pelo alto teor de vitamina C, fibra e água, além de outros compostos vegetais.

Os frutos vermelhos têm antioxidantes da família antocianinas, um pigmento natural que lhes dá a cor vermelha, mas também possui efeitos anti-inflamatórios.

8. Cogumelos
Os cogumelos comestíveis são muito apreciados na gastronomia.
Existem variedades deles, mas tenha cuidado porque alguns podem ser venenosos.
Este grupo de alimentos caracterizou-se pelo baixo teor calórico e também por um grande número de substâncias que combatem a inflamação.

Aparentemente, eles podem ser eficazes na prevenção e melhora das doenças intestinais e inflamatórias, como a síndrome do intestino irritável.

No entanto, demonstrou-se que os efeitos anti-inflamatórios dos cogumelos são reduzidos consideravelmente após cozinhados.

9. Tomates
Os tomates são vegetais muito comuns em vitamina A, vitamina C, vitamina K e vários tipos de minerais como o potássio ou o magnésio. No entanto, outros compostos de tomate são a causa de suas propriedades anti-inflamatórias.

O licopeno é um pigmento natural, um antioxidante apontado pela sua capacidade de diminuir as respostas inflamatórias ligadas ao câncer.

10. Uvas
Como frutas vermelhas, as uvas possuem antocianinas, que já explicamos ser um composto antioxidante capaz de reduzir a inflamação.

De acordo com vários estudos, a melhora nos marcadores de inflamação produzidos pelo consumo regular de uvas pode reduzir o risco de diferentes tipos de doenças.
Doenças relacionadas à idade.

Doenças dos olhos.
Doenças cardiovasculares.

Da mesma forma, uma substância encontrada no resveratrol de uvas, tem muitos benefícios saudáveis, todos eles melhorando os níveis de inflamação.

11. Cerejas
Os antioxidantes encontrados nas cerejas, como catequinas e antocianinas, possuem importantes propriedades anti-inflamatórias.

Em vários estudos científicos, provou-se que o consumo regular de cerejas, acalma dores e reduz a inflamação indicada pelos exercícios físicos.

12. Pimentas / pimentões
As pimentas têm um grande número de substâncias com potentes efeitos anti-inflamatórios, por exemplo, capsaicina.

A quercetina, flavonoide antioxidante encontrada em pimentas tem sido associada à prevenção de inflamações e infecções, bem como à redução do estresse oxidativo e inflamação em pacientes com sarcoidose.

Outro tipo de antioxidantes, como o ácido sinapínico ou ferúlico obtido em algumas variedades de pimentas, também mostrou ter propriedades anti-inflamatórias.

13. Brócolis
Os brócolis são um vegetal cruciferante rico em vitamina K e vitamina C.
Devido ao seu teor de isotiocianato, principalmente sulforafano, o consumo de brócolis pode reduzir significativamente a inflamação e prevenir doenças como o câncer.

Para conseguir o cardápio grátis e os detalhes passo a passo da nutricionista, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br tudo está na matéria: dieta dukan: dieta das celebridades perca 9 kg em 15 dias.

Confira o vídeo com os melhores alimentos anti-inflamatórios:



25 setembro 2017

Outubro Rosa - Conheça 12 dicas para prevenir o câncer de mama



No mês de outubro é realizada a campanha do Outubro Rosa, que tem como objetivo a prevenção e cuidado com o câncer de mama.
O câncer de mama está relacionado a um estado de excesso de estrogênio, conhecido como dominância de estrogênio.
Os fibromas uterinos, cistos mamários, infertilidade, enxaquecas e mesmo câncer de próstata nos homens podem estar relacionados ao domínio de estrogênio.
Nós realmente somos o que comemos, bebemos, respiramos e pensamos! Embora o alimento com certeza seja considerado o melhor medicamento, o seu uso incorreto também pode ser o maior veneno.
Quando há eliminação reduzida de toxinas físicas e emocionais, eles acumulam o que pode levar ao dano no DNA e, finalmente, ao câncer.



Algumas das melhores estratégias para prevenção do câncer de mama são:
1. O alimento é sempre primordial
Coma alimentos ricos em antioxidantes, esses alimentos podem ser um tratamento natural para cancer de mama como as frutas orgânicas, os vegetais, as nozes e as sementes, e gorduras e óleos saudáveis como abacate e azeite extra virgem.
Coma várias porções de vegetais e frutas todos os dias para obter o melhor benefício de fito nutriente.
Especialmente incluir vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, couve, repolho, que fornecem indole-3-carbinol (I3C), um fito nutriente que ajuda a metabolizar o estrogênio.
Lembre-se: o açúcar é um grande aliado do câncer! Ativa os genes do câncer e alimenta o crescimento de células cancerosas. Sem falar dos seus vários malefícios para saúde, como o aumento de peso, diabetes, entre outras doenças. Elimine ao máximo o açúcar da sua dieta em todas as formas.

2. Pare de fumar
Um estudo publicado no início de 2013 no Journal of the National Cancer Institute mostrou que os fumantes têm um risco 24% maior e os antigos fumantes têm um risco 13% maior de câncer de mama invasivo do que aquelas pessoas que não são fumantes.

3. Evite o álcool
O álcool muda a maneira como o estrogênio é metabolizado em nosso corpo, o que pode levar ao domínio de estrogênio. As mulheres que bebem álcool têm níveis superiores de estrogênio corporal do que aqueles que não bebem.

4. Consumir uma dieta baixa em alimentos à base de animais.
Os produtos à base de animais são extremamente inflamatórios e expõe o corpo a uma dose elevada de ácido araquidônico, um mediador inflamatório. Preencha metade do seu prato com legumes!

5. Faça exercícios regularmente e desenvolva uma prática de ioga.
Qualquer exercício, leve ou intenso, reduzirá o risco de câncer de mama. O exercício aeróbio reduz o risco de desenvolvimento de câncer de mama, alterando o metabolismo do estrogênio em nosso corpo e aumentando a proporção de "bom" (2-hidroxestrona) para os estrogênios "ruins" (16alfa-hidroxestrona).
Yoga equilibra e regula o sistema endócrino e, assim, nossos hormônios. Ele também constrói o sistema imunológico, promovendo o fluxo linfático, sendo este último extremamente importante para a drenagem de toxinas da mama e dos gânglios na axila (braço).

6. Faça autoexames regulares de mama e massagem mamária.
Eles podem salvar vidas! Obtenha exames clínicos de mama em seus exames físicos anuais e mamografias, caso seja necessário.

7. Mantenha a composição corporal adequada e a porcentagem de gordura do seu corpo.
Obesidade e tecido adiposo visceral, ou seja, a gordura acumulada em torno de seus órgãos abdominais é extremamente inflamatória!

8. Reduzir outros problemas causadores de inflamação em seu corpo.
É importante testar a sensibilidade alimentar e eliminar da sua dieta todos os alimentos aos quais você pode ter alergias ou sensibilidades.
Verifique e analise infecções crônicas no intestino, boca e seios.
Lembre-se, a inflamação torna o sistema imunológico menos efetivo ao fazer seu trabalho, e um sistema imunológico menos eficaz leva à progressão das células cancerosas!

9. Evite toxinas.
Alimentos inflamatórios que são preenchidos com gorduras trans, colorantes artificiais e conservantes.
Produtos químicos de limpeza doméstica, pesticidas e inseticidas.
Plásticos contendo BPA, que podem ser usados para armazenar alimentos e água.
Produtos de cuidados pessoais e perfumes: estes podem conter produtos químicos que perturbam hormônios, como ptalatos e parabenos.

10. Consuma uma proteína de boa qualidade em cada refeição.
Seu corpo precisa de aminoácidos essenciais em cada passo para funcionar de forma otimizada.
Converse com o seu médico para obter uma análise do seu corpo em relação aos nutrientes, o que lhe dirá se a proteína que você está comendo está sendo digerida e absorvida tão eficazmente quanto deveria.

11. Controle a mente, o corpo e as emoções com exercícios de meditação controle da respiração e liberdade emocional.
Aqui estão algumas dicas:
Medite diariamente.
Aprenda e pratique exercícios de yoga.
Pratique o perdão todos os dias!
Faça um diário antes de ir para a cama para desintoxicar a mente.

12. O sono é o seu melhor amigo!
Um estudo publicado em agosto de 2012 mostrou uma associação entre menos sono e desenvolvimento de formas agressivas de câncer de mama em mulheres.
Se você sofre de problemas crônicos do sono, procure seu médico para encontrar a causa subjacente e corrija-a. Usar remédios para dormir nem sempre é a resposta!
Use dessas dicas para se prevenir dessa doença grave como o câncer de mama. São dicas simples que podem fazer diferença no futuro. Lembre-se sempre também de consultar seu médico caso tenha dúvidas.

Assista ao vídeo: Dicas para prevenção do câncer de mama - Outubro Rosa
Prevenir aumenta 90% de chances de cura.  






12 setembro 2017

5 Dicas Detox para Emagrecer Rápido e Ter o Corpo dos Sonhos

Emagrecer é muito difícil para a maioria das pessoas e para piorar nessa época do ano com os dias mais frios fica ainda mais difícil.
Para aqueles que querem perder peso e não conseguem e para aqueles que conseguem no início e depois estaciona a resposta pode estar no suco detox.
Todos os dias o organismo absorve uma variedade de substâncias, dependendo da dieta e o meio ambiente em que vive.
O contato com a poluição no ar ou a partir do consumo de alimentos não saudáveis cheios de produtos químicos e conservantes contribui para essa absorção.
Há muitas maneiras pelas quais o corpo pode ser exposto a toxinas e estes raramente são expulsos rapidamente do corpo.
Por esta razão, muitas pessoas escolhem fazer uma dieta detox para emagrecer e limpar seu corpo de substâncias que os fazem se sentir fraco, doente ou fora de forma.
Mas quais são os melhores métodos para se livrar destas toxinas?
Abaixo estão cinco diferentes abordagens a serem levadas em conta, elas podem levar a um emagrecimento graças ao mecanismo que expele a partir do sistema do corpo todas as substâncias que o levam a operar de forma ineficiente.

O tratamento com sucos detox para emagrecer
Os sucos detox são uma ótima maneira para lavar as toxinas do corpo e preenchê-lo com vitaminas e nutrientes que precisamos para se manter saudável.
Tentem incorporar legumes, vegetais de folhas verdes e um pouco de frutas como um adoçante natural em qualquer receita para o seu suco.
Não descascar os ingredientes, a menos que seja absolutamente necessário, uma vez que a casca de frutas e legumes contêm uma grande quantidade de fibras e outras substâncias essenciais.
A este respeito, devemos escolher frutas e legumes orgânicos ou biodinâmicos para ter certeza que na pele não existem resíduos de pesticidas ou outros produtos.

O tratamento com limão
Limões são altamente ácidos, e essa propriedade permite-lhes ajudar naturalmente no processo de desintoxicação.
Adicione um pouco de suco de limão na água e certifique-se de se manter bem hidratado durante todo o dia.
Através deste processo, você pode interromper as moléculas de gordura, obtendo assim um corpo mais saudável e promover a perda de peso.
Apenas certifique-se de não exagerar, porque a natureza ácida do limão pode levar à erosão dos dentes.



O tratamento com sal
Sal pode ajudar a curar o corpo, removendo as bactérias dos pulmões. Também tem sido mostrado para melhorar a condição de asma, alergias e irritações da pele. Mas a chave é a consistência.
Se você tem condições de usar o sal marinho ou sal rosa do Himalaia, então esta é a melhor opção. Três vezes por semana, no máximo, despeje sal Epsom ou sal rosa do Himalaia em um banho quente e mergulhe.
Você também pode escolher um sal com um perfume que você gosta e que é relaxante ou revigorante, dependendo da hora do dia quando você quer tomar um banho.

O tratamento com suor
Expelir as toxinas através do suor é uma ótima maneira de perder peso e desintoxicar. Se você tem acesso a uma sauna ou banho turco, use-o para expelir o suor com substâncias nocivas em um ambiente tranquilo.
Caso contrário, você pode simplesmente aumentar o ritmo de suas rotinas de exercício para suar. Só não se esqueça de beber muita água, se você enfrentar uma purificação deste tipo, é importante manter o corpo hidratado.

O tratamento pelo sistema linfático
Massagens no sistema linfático com uma drenagem linfática podem mover as toxinas do corpo, e permitir que o plasma flua mais livremente e sair do corpo de uma maneira saudável.
Todos estes métodos de desintoxicação têm se mostrado eficazes, mas é importante descobrir o que funciona para você.
Converse com seu médico antes de iniciar o programa de desintoxicação para se certificar de que você escolheu o método mais adequado para as necessidades do seu corpo.
Para conseguir o cardápio grátis e completo da dieta detox, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br o cardápio feito pela nutricionista está na matéria: dieta detox cardápio completo perca 9kg em 21 dias.
Confira o vídeo com o passo a passo sobre a dieta de desintoxicação:



28 agosto 2017

Controle a dieta e aproveite o feriado de 7 de setembro sem engordar

No dia 7 de setembro comemoramos a Independência do Brasil, um feriado que pode ser uma inspiração para você buscar sua independência e começar uma dieta saudável e emagrecedora.

Muitos de vocês já devem ter ouvido falar que os famosos feriados atrapalham as dietas. E sim, podem atrapalhar mesmo!
Os feriados acontecem algumas vezes durante o ano, onde você costuma quebrar sua dieta e acaba comendo uma pizza, um hambúrguer, algumas batatas fritas, sorvete ou qualquer outra coisa que não faz parte da sua dieta. 
Independentemente da quantidade de gordura, açúcar ou calorias que você consome, sempre acaba passando dos limites nos feriados.
É importante lembrar, que só é aconselhado a comer essas guloseimas, após ter concluído o seu processo de emagrecimento e não comer diariamente.
Se isso for feito no período de dieta ou manutenção irá atrapalhar o tempo para atingir sua meta.
Uma das vantagens de só poderem ser feitas no período de manutenção é que ela se torna uma motivação extra para chegar ao nosso peso ideal mais rápido, é um bom benefício que vale a pena fazer um esforço extra.
O corpo é uma máquina de hábitos e depois de um tempo de seguir um plano de alimentação saudável fornece um metabolismo estável e pode parar de trabalhar tão rápido, dar a carga de trabalho não reativada e ter que "acordar" novamente.
Outra razão importante é um pouco mais psicológica que ajuda muito para quebrar a monotonia de ter que ficar sempre dentro do plano de dieta que você está seguindo.
Você pode ser criativo com as refeições, para poder sair do ritmo do seu dia a dia.
Sei que você tem as suas folgas no sábado ou domingo, isso ajuda a evitar a tentação durante o resto da semana e assim você fica focado no seu objetivo.
Esta é também uma forma de lhe dar uma recompensa por todo o esforço e trabalho feito durante a semana com dieta.
Tendo este tipo de metas de curto prazo é uma excelente maneira de manter a motivação alta e não perder o desejo.
Um estudo da Universidade Tufts descobriu que 95% das pessoas que têm dieta durante as férias reduzem o apetite e seus desejos por comida fora da dieta e, assim, alcança resultados mais bem sucedidos.
Como sempre, é importante notar que nada em excesso é bom, algumas comidas devem ser consumidas uma vez por semana e não pode ser com entrada, prato principal e sobremesa.
Escolha o que você gosta e tire proveito dela ao máximo.
Também é importante lembrar que o seu período de detenção é muito importante seguir uma rotina de constante movimento e ajudar com suplementos 100% naturais.
Você precisa de uma dieta para emagrecer rapido e urgente? Para conseguir o cardápio grátis e completo, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br o cardápio feito pela nutricionista está na matéria: como emagrecer rápido? Perca 8kg uma semana sem fome.

Confira também no vídeo como emagrecer rápido em uma semana sem passar fome: